Feriado com frio e opções para todas as tribos

Após tarde mais fria, SP deve atrair milhões na Marcha para Jesus e na Parada Gay; no interior, cidades também têm surpresas

João Carlos de Faria, José Maria Tomazela, Lais Cattassini, Luiz Guilherme Gerbelli e Tatiana Fávaro, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2010 | 00h00

Já está montado no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, o arco-íris inflável do artista plástico Otávio Donasci para comemorar a 14ª Parada do Orgulho GLBT, que acontece neste domingo

 

Nesta terça-feira, a primeira tarde de junho já foi a mais fria do ano na capital paulista, segundo a Climatempo. Às 15 horas, no Mirante de Santana, zona norte, foram registrados 16,8ºC, a menor temperatura máxima em São Paulo desde 9 de outubro. E o frio deve continuar durante o feriado, cheio de eventos e opções de lazer.

 

Veja também:

link São Paulo tem lentidão na véspera de feriado

link O que abre e o que fecha em SP no feriado de Corpus Christi

blog Confira em tempo real a situação do trânsito nas estradas

 

Amanhã, predominam as atividades religiosas tanto na capital quanto no interior. Duas cidades do Vale do Paraíba - Aparecida e Caçapava -, por exemplo, se destacam na tradicional festa de Corpus Christi. Em Aparecida, 30 mil romeiros participarão das missas e da procissão. Em Caçapava, os tapetes tradicionais consumirão 80 toneladas de areia. Já na capital o destaque fica para a Marcha para Jesus, que reunirá mais de 20 bandas gospel.

 

Em Tatuí-SP, 2 mil instrumentistas fazem 20 apresentações, de amanhã até domingo, no Festival das Bandas e no Encontro Internacional de Violonistas

Circuito. Já quem preferir estender o feriado no interior, a partir de sexta, encontrará do popular ao erudito. Em Tatuí, há encontro de bandas e violinistas. Enquanto isso, o Circuito das Águas Paulista espera 170 mil turistas para aproveitar a gastronomia serrana e junina de oito cidades (Águas de Lindoia, Amparo, Jaguariúna, Lindoia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro).

 

Para quem curte a noite, a boa notícia em Campos do Jordão é a abertura, neste fim de semana, de pelo menos quatro casas noturnas sazonais, que aportam na cidade. Uma das novidades é a parceria entre o conceituado club de Maresias (no litoral norte), o Sirena, e a Phoenix, presente há 17 anos na temporada de inverno, com uma estrutura de 2 mil m2 e capacidade para 2.500 pessoas.

 

Domingo. Para a 14.ª Parada do Orgulho Gay, os principais candidatos à Presidência foram chamados "para mostrar projetos contra a homofobia". Na festa, 18 trios cruzarão a Paulista até as 16h e deverão puxar 3 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.