Feriadão: evite viajar hoje das 16h às 22h

Estimativa é de que 1,6 milhão de veículos deixem a capital e causem lentidão nas estradas paulistas

JOSÉ MARIA TOMAZELA , O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2011 | 03h04

Pelo menos 1,6 milhão de veículos devem deixar São Paulo a partir de hoje para passar o feriado no interior ou litoral. Nas principais rodovias, o excesso de carros deve causar congestionamentos até mesmo longe da capital, com prováveis gargalos em estradas como Raposo Tavares, Régis Bittencourt, D. Pedro I e nos Sistemas Anchieta-Imigrantes e Anhanguera-Bandeirantes.

A recomendação das concessionárias que operam as rodovias paulistas é evitar os horários de pico, entre 16h e 22h de hoje e 7h e 15h de amanhã. No retorno, a dica é fugir da estrada das 13h às 22h da próxima terça-feira.

Para todo o litoral paulista, a expectativa é de que 768 mil veículos passem pelo Sistema Anchieta-Imigrantes ou pela Rodovia dos Tamoios, com previsão de movimento intenso e lentidão a partir do meio-dia de hoje. Pela Imigrantes, há previsão de trânsito lento na saída de São Paulo até o km 16 e na serra. A Tamoios passou por recapeamento recentemente no trecho entre São José dos Campos e Paraibuna, o que deve melhorar a fluidez do trânsito, mas os motoristas devem encontrar morosidade na serra, em Caraguatatuba, por causa da falta de faixa auxiliar e acostamento.

No interior, cerca de 830 mil carros devem usar o Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Na Bandeirantes, há previsão de trânsito lento do km 12 ao km 48, entre São Paulo e Jundiaí, e na passagem por Campinas, do km 86 ao km 103, por causa de excesso de veículos. Na Anhanguera, pode haver congestionamentos no trecho inicial e entre Campinas e Sumaré (km 92 ao km 115).

Veículos que seguem para o interior via Castelo Branco ou Raposo Tavares devem enfrentar lentidão do km 13 da Castelo ao km 78, em Sorocaba. Na Raposo, os congestionamentos se repetem do km 11 ao 44.

Pela Ayrton Senna e pela Carvalho Pinto, um possível ponto de lentidão é no km 96, acesso a Campos de Jordão, que vai abrigar o festival internacional Jazz Sem Fronteiras.

Na Régis Bittencourt, o gargalo está na Serra do Cafezal, do km 337 ao km 368, com pista simples, cheia de curvas e em obras. A velocidade máxima (60 km/h) é controlada por radar.

Tempo. Duas frentes frias vão avançar pelo litoral do Sudeste no feriado prolongado, aumentando a nebulosidade e as condições para pancadas de chuva. No sábado e no domingo, há chance de raios e de chuva moderada a forte no centro, oeste e norte do Estado. Não há expectativa de chuvas intensas na Grande São Paulo nem no litoral. Já na segunda e na terça, há risco de temporais em todo o Estado. Ainda chove forte à tarde no norte paulista, no Vale do Paraíba, litoral norte e Serra da Mantiqueira. / COLABORARAM GERSON MONTEIRO, REGINALDO PUPO e TATIANA FÁVARO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.