FELIPE RAU/ESTADAO
FELIPE RAU/ESTADAO

Feriadão de Tiradentes: Veja o que abre e o que fecha na cidade de São Paulo

Mutirão de vacinação e rodízio suspenso marcam o feriado prolongado na capital paulista

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2022 | 08h36
Atualizado 21 de abril de 2022 | 11h46

O feriadão de Tiradentes em São Paulo, que começa nesta quinta-feira, 21, e segue até domingo, 24, altera o funcionamento de equipamentos públicos da capital paulista, bem como o de bancos. Apesar disso, a gestão municipal deve intensificar os esforços para vacinação contra doenças diversas. 

Com a situação epidemiológica da covid-19 diferente em relação a 2021  por conta do avanço da vacinação contra a doença, em São Paulo o uso de máscaras não é mais obrigatório em locais públicos ou fechados, exceto equipamentos da área da saúde e também no transporte coletivo. 

Saúde

De quinta a sábado, as Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Integradas disponibilizarão, das 7h às 19h, vacinas contra covid-19, gripe, sarampo e poliomielite.

No domingo, o mutirão ocorrerá nos parques Buenos Aires, Severo Gomes, do Carmo, Villa-Lobos, da Independência e da Juventude, das 8h às 17h. Na Avenida Paulista, a vacinação ocorrerá em uma tenda, instalada no número 52. Em uma farmácia parceira da prefeitura (número 995), das 8h às 16h, ocorrerá somente imunização contra a covid.

Estarão abertos e com funcionamento pleno hospitais e prontos-socorros; Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs); Unidades de Pronto Atendimento (UPAs); Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas IV Redenção (Caps AD IV); Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Porém, os serviços estarão suspensos em Centros de Convivência e Cooperativa (Ceccos) e os Centros Especializados em Reabilitação (CERs); Além da Rede Municipal Especializada (RME) em Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids).

Rodízio 

O Rodízio Municipal de Veículos estará suspenso para carros na sexta-feira. Porém,  não estarão liberadas as faixas exclusivas de ônibus. As demais restrições em relação aos veículos devem permanecer as mesmas em razão do feriado prolongado de Tiradentes.  Informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões, o reclamante deve ligar para 156.

Transporte urbano

De acordo com a SPTrans, na quinta-feira e na sexta-feira, o atendimento será normal, das 6h às 22h, nos postos de venda em terminais de ônibus e no Expresso Tiradentes. No Posto Central, as lojas Jabaquara e Santana estarão fechadas.

O funcionamento dos ônibus no feriado de quinta-feira será equivalente ao de um sábado. No dia 22 de abril, sexta-feira, a frota será de dia útil.

Educação

Os equipamentos administrados pela Secretaria Municipal de Educação estarão fechados.

Abastecimento

As feiras livres funcionam normalmente no horário das 7h30 às 13h.

Fazenda

O Centro de Atendimento da Fazenda (CAF) ficará fechado na quinta e na sexta-feira.

Parques

Todos os parques urbanos da cidade funcionarão. É possível consultar o horário de funcionamento das atividades no site da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA). 

Bancos

As agências bancárias estarão fechadas no feriado de Tiradentes, de acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Porém, na sexta, 22, entre Tiradentes e o final de semana, os bancos funcionarão normalmente.

As contas de água, luz, telefone e demais consumos e carnês com vencimento em 21 de abril poderão ser pagos sem juros no próximo dia útil aos feriados, ou seja, em 22 de abril. 

Direitos Humanos

A Casa da Mulher Brasileira permanece de plantão 24h durante todos os dias. Porém, alguns equipamentos como os de apoio ao público LGBT, imigrantes, de igualdade racial, além daqueles voltados à terceira idade fecham no dia 21. A expectativa é de retorno na segunda-feira.

Bolsa de Valores

A bolsa de valores não funcionará no dia do feriado, mas retoma as atividades logo no dia seguinte: sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.