Feliciano diz que mídia é desonesta

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), disse que a imprensa é desonesta ao tratar das declarações de Francisco sobre os gays porque "dá-se a entender que o papa liberou o que a Bíblia proibiu".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.