EVELSON DE FREITAS
EVELSON DE FREITAS

Feirinha da Praça da República será ampliada

Prefeitura libera montagem de barracas aos sábados e domingos

Adriana Ferraz, O Estado de S. Paulo

01 Março 2016 | 15h42

SÃO PAULO - O subprefeito da Sé, Alcides Amazonas, afirmou na manhã desta terça-feira, 1º, que a tradicional feirinha de artesanato da Praça da República, no centro, será ampliada. Os expositores que têm licença para trabalhar no sábado receberam aval para montar suas barracas também aos domingos e vice-versa. 

Anunciada em reunião realizada na Câmara Municipal com artesãos que atuam no local, a unificação deverá ocorrer dentro de 15 dias. Hoje, a licença serve apenas para o sábado ou para o domingo. Com a unificação, e expectativa é que a feira passe a contar com cerca de 700 barracas nos dois dias.

"Desta forma a gente fortalece a feira da República, que é tradicional e não pode acabar", disse Amazonas. De acordo com o subprefeito, algumas feiras da cidade estavam com vagas ociosas, caso da feirinha da República, do Masp e do Bixiga.

A unificação é um pleito antigo dos expositores, que também pedem mais segurança e limpeza para que o evento atraia um público mais qualificado. Durante a reunião, muitos artesãos reclamaram que a feirinha da República, montada no centro desde 1956, perdeu a característica original, de expor produtos exclusivos, feitos à mão. Hoje, é possível comprar de tudo no local, até produtos importados da China.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.