Feira orgânica do Ibirapuera é suspensa em cima da hora

Prefeitura alegou 'problemas operacionais'; organizador diz que um dos conselheiros locais foi contrário ao evento

CAMILA BRUNELLI, O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2012 | 08h38

A feira orgânica que estava prevista para ser realizada no Parque do Ibirapuera a partir de sábado foi suspensa. Ainda não há data para sua realização, mas nova reunião com os organizadores da feira, gestores do parque e representantes da Prefeitura está marcada para segunda-feira.

Segundo o secretário executivo da Associação de Agricultura Orgânica (AAO), Marcio Stanziani, um dos 32 conselheiros do parque se posicionou de forma desfavorável à realização do evento, que estava programado para funcionar todo sábado, das 7h às 13h, no Viveiro Manequinho Lopes.

A Prefeitura não soube informar a motivação do conselheiro e disse que a feira foi suspensa "por problemas operacionais".

O evento está sendo promovido pela Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, Associação de Agricultura Natural de Campinas e Região, MOA International no Brasil, Instituto Kairós e Slow Food Brasil, além da AAO. Juntas, elas devem redigir uma carta explicando que a feira foi suspensa e divulgá-la por meio das redes sociais.

"Como a Prefeitura divulgou o evento, tem muita gente que vai para lá no sábado. Estaremos com a carta para entregar a quem aparecer e esclarecer o ocorrido", diz Stanziani. "Nossa intenção é democratizar o acesso aos orgânicos."

A feira estava sendo considerada a maior de produtos orgânicos do Estado de São Paulo, com 41 barracas e mais de 400 agricultores, ao longo de 160 metros. Atualmente, há feiras orgânicas no Parque da Água Branca, na Rua Pedro Peccinini, 88, no Jardim Ademar, e na Praça Charles Miller, no Pacaembu, todas na zona oeste.

Já na zona sul, há feira na Rua da Fraternidade, 156, em Santo Amaro, na Rua Tutoia, Vila Mariana, na Rua São Benedito, sem número, na Chácara Santo Antônio, e no Parque Burle Max, no Morumbi. Também há feira no Mercado da Cantareira, na região central.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.