Fazer operações urbanas em SP

1. A operação urbana é um instrumento que pode ser utilizado pela Prefeitura para organizar o crescimento de determinada região da cidade. O poder público delimita um perímetro onde pretende incentivar a criação de empregos ou residências.

O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2012 | 03h03

2. Dentro dessa área, construtoras podem fazer imóveis que excedam o limite de altura estabelecido pela lei de zoneamento da cidade. Para construir a mais, porém, as empresas precisam comprar títulos, chamados de Certificados de Potencial Construtivo (Cepacs), emitidos pelo poder público.

3. O dinheiro arrecadado com a venda dos Cepacs só pode ser usado pela Prefeitura em melhorias que atinjam o perímetro da operação urbana, como reforma de avenidas, construção de praças ou incentivo ao transporte público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.