Farol antiapagão causa controvérsia com Eletropaulo

A Secretaria Municipal de Transportes disse ter cobrado da AES Eletropaulo a instalação de 176 equipamentos no-break nos semáforos da cidade, para evitar panes. A medida faz parte de parceria feita entre os dois órgãos na gestão Gilberto Kassab e deveria, segundo a Prefeitura, estar concluída até março. Até agora, entretanto, de acordo com o secretário Jilmar Tatto, nenhuma máquina está em operação - há 200 faróis com no-break em São Paulo, mas de outro contrato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.