Farol antiapagão causa controvérsia com Eletropaulo

A Secretaria Municipal de Transportes disse ter cobrado da AES Eletropaulo a instalação de 176 equipamentos no-break nos semáforos da cidade, para evitar panes. A medida faz parte de parceria feita entre os dois órgãos na gestão Gilberto Kassab e deveria, segundo a Prefeitura, estar concluída até março. Até agora, entretanto, de acordo com o secretário Jilmar Tatto, nenhuma máquina está em operação - há 200 faróis com no-break em São Paulo, mas de outro contrato.

O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2013 | 02h03

A Eletropaulo contesta as informações da Prefeitura e diz que o contrato para instalação dos equipamentos só terminará em 30 de abril. / B.R. e NATALY COSTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.