Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Fantasia com barrigão da falsa grávida vira hit na 25 de Março

Farsa de Taubaté inspirou comerciante de adereços, que mandou fazer 500 alegorias

Luísa Alcalde, Jornal da Tarde

14 de fevereiro de 2012 | 23h13

SÃO PAULO - A falsa gravidez de quadrigêmeas da moradora de Taubaté, no interior de São Paulo, desmascarada no início do ano, virou piada nacional e também uma das fantasias mais procuradas da 25 de Março, no centro da capital. "Não esperava toda essa procura", diz Pierre Sfeier, dono da rede de lojas Festas e Fantasias, na Ladeira Porto Geral.

Assim que a mentira foi descoberta e a história caiu na boca do povo, o empresário percebeu que esse poderia ser um dos sucessos do carnaval. Mandou fabricar a réplica do barrigão e vestidos estampados e coloridos, parecidos com os usados pela pedagoga Maria Verônica Aparecida César Santos.

A barriga é de plástico bem leve. "Pegamos metade de bolas gigantes de Natal fabricadas para decoração de shopping centers e juntamos aos vestidos compridos, com ‘seios’ fartos", explica Sfeier. Foram feitas 500 fantasias. Até ontem, haviam sido vendidas 250 unidades a R$ 90 cada. Até o carnaval, Sfeir acredita que o estoque estará zerado.

Os irmãos Priorelli foram ontem às compras na 25 de Março e o administrador Jefferson Reis Priorelli, de 34 anos, diz que a irmã, a advogada Telma Reis Priorelli, de 35, não resistiu e levou para casa a fantasia da falsa grávida. "Achamos a brincadeira engraçada", afirma ele. A dona de casa Átila dos Santos, de 35 anos, também gostou da ideia, mas ficou na dúvida se comprava a fantasia porque a farsa da pedagoga, segundo ela, vai ser lembrada apenas neste carnaval. "Também acho que é quente para brincar em salão."

Outro adereço procurado pelos foliões são as máscaras de Valéria e Janete, personagens do humorístico Zorra Total, da TV Globo, a R$ 6,50 cada. Para completar o look, a peruca vermelha desgrenhada da "bandida" sai por R$ 38.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.