Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Famílias sem-teto ocupam prédio da CDHU no Centro de SP

Grupo de 350 integrantes do MSTC reivindicam o atendimento das famílias despejadas da Prestes Maia

Daniela do Canto, da Central de Notícias,

05 de outubro de 2009 | 02h53

Policiais militares negociam com um grupo de integrantes do Movimento dos Sem-Teto do Centro (MSTC), que ocuparam no início da madrugada desta segunda-feira, 5, um prédio de dez andares da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) no cruzamento da Avenida do Estado com a Rua João Teodoro, região central de São Paulo. Segundo a PM, a negociação para que as famílias deixem o local é pacífica.

 

A PM informou que cinco ônibus com 350 integrantes do movimento chegaram ao local pouco depois da meia-noite. As famílias do MSTC, ligado à Frente de Luta por Moradia (FLM), reivindicam o atendimento das famílias despejadas da ocupação Prestes Maia, em 2007, e que o atendimento habitacional dado a elas não se restrinja a um atendimento emergencial. Conforme o MSTC, o grupo exige também cartas de crédito para 1 mil famílias que moram em cortiços.

Tudo o que sabemos sobre:
sem-tetoCDHUMSTCFLM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.