Famílias retiradas de prédio no centro agora ocupam calçadas

Edifício de seis andares na Avenida Ipiranga foi alvo de reintegração de posse ontem; 96 famílias estão acampadas

CAMILA BRUNELLI, RICARDO VALOTA, O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2012 | 03h05

Uma ação de reintegração de posso retirou 130 famílias de um prédio de seis andares da Avenida Ipiranga, no centro de São Paulo. Dessas, 96 permaneciam acampadas no calçadão da Avenida São João ontem. As outras 34 famílias foram para casas de amigos e parentes, segundo o coordenador da Frente de Luta por Moradia (FLM), Osmar Silva Borges.

A reintegração começou às 10h e terminou por volta das 17h. A PM informou que algumas das famílias foram levadas para abrigos da Prefeitura, mas Borges desmentiu a informação. "Tivemos uma reunião ontem com representantes da Secretaria Municipal de Habitação que nos propuseram nos levar para um abrigo provisório. Nós dissemos que aceitávamos, mas até agora ninguém fez contato conosco." Em nota, a Prefeitura afirma que fez o cadastro de cem famílias, mas "é preciso respeitar a ordem de atendimento habitacional".

Móveis e utensílios domésticos dos despejados foram guardados no prédio de número 588 da Avenida São João, ocupado há dois anos por outras 87 famílias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.