Familiares e amigos de vítimas lembram os três anos do acidente da TAM

Eles irão se reunir no Aeroporto de Congonhas para fazer manifestações, orações e homenagens

Julia Baptista, da Central de Notícias

17 de julho de 2010 | 12h22

Lembrança. No local do acidente, onde parentes estão reunidps neste sábado será erguido um memorial às vítimas da tragédia

  

A Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo TAM JJ 3054 (AFAVITAM) está reunida no hotel Bourbon Ibirapuera, na Avenida Ibirapuera, zona sul de São Paulo, desde às 9h30 deste sábado, 17, para lembrar os três anos do acidente com o Airbus da TAM que matou 199 pessoas no dia 17 de julho de 2007.

 

Veja também:

linkSete famílias ainda aguardam indenização

linkTrês anos depois, acidente segue sem culpados

 

A partir das 16h30, as cerca de 220 pessoas que participam do evento irão se reunir no Aeroporto de Congonhas para realizar uma manifestação, orações e homenagens em frente ao terreno onde ficava o prédio contra o qual o Airbus se chocou na noite de 17 de julho. No local, será erguido um memorial às vítimas da tragédia.

 

No domingo, haverá missa na Capela do Colégio Santa Maria, na zona sul da capital. " Queremos dar um alerta às pessoas porque as coisas ainda estão perigosas na aviação", afirmou o primeiro-secretário da Associação e familiar de vítima, Edu Sato.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.