Familiares de presos marcam protesto por melhorias no sistema prisional

Manifestação será na Sé e participantes devem exigir audiência com novo presidente do Tribunal de Justiça

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

10 Fevereiro 2014 | 16h15

SÃO PAULO - Mulheres e familiares de presos do sistema prisional paulista marcaram para esta terça-feira, 11, um protesto para exigir melhorias no sistema prisional paulista. O ato deve começar às 12h.

Os manifestantes devem se reunir na Praça da Sé, centro da capital, e estarão vestidos de branco. Eles devem exigir uma audiência com o novo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador José Renato Nalini, em que vão solicitar a troca da cúpula da Vara de Execuções de Tupã, no oeste do Estado. A proposta é que seja uma manifestação pacífica.

A região oeste abriga a Unidade de Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) de Presidente Bernardes, onde ficam lideranças da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), além de outras 24 unidades prisionais diversas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.