Família usava bala de canhão como objeto de decoração de mesa no interior de SP

Uma família usava uma bala de canhão como enfeite de mesa, em Iperó, na região de Sorocaba, interior de São Paulo. O dono da casa descobriu que a peça de decoração era, na verdade, um artefato bélico depois de assistir a um noticiário de televisão e ver um objeto semelhante apreendido pela polícia em Campo Grande (MS).

O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2012 | 03h04

O homem, que não teve a identidade divulgada, ficou assustado e chamou a polícia. Ele contou que havia encontrado a peça em um ferro-velho.

O morador disse que não desconfiava se tratar de algo perigoso, até porque várias crianças moram na casa.

A Polícia Militar acionou o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que avaliou o artefato como um projétil para armamento pesado, com 60 centímetros de altura por 20 de largura. Os peritos constataram que o projétil mantinha intacto o poder explosivo.

A peça foi detonada anteontem em uma área desabitada do município.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.