Família traz corpo de brasileira assassinada

CAIENA (GUIANA FRANCESA)

, O Estadao de S.Paulo

13 Março 2010 | 00h00

A família de Greice Ribeiro Lacerda tenta evitar que ela seja enterrada como indigente na Guiana Francesa. Há 13 dias, ela foi morta, aos 23 anos, por outra brasileira. O consulado do Brasil disse que não poderia pagar o traslado. Agora, o corpo será enviado ao Suriname e de lá seguirá para Belém, processo que reduzirá os custos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.