Família reage e bandido é baleado em casa invadida na zona norte de SP

Dupla armada invadiu duas residências no Jardim Pirituba após render comerciante e vizinho, que testemunhou a abordagem à vítima, dominada na garagem

Pedro da Rocha, do estadão.com,be,

06 Outubro 2011 | 03h39

SÃO PAULO - Ao sentir que aquele seria o momento de menor risco para reagir, um comerciante, que assistia ao criminoso tentando tomar a filha de 9 meses dos braços da esposa, dentro de casa, no Jardim Pirituba, zona norte da capital paulista, resolveu atacar o assaltante por trás. Meio dominado, o bandido, armado com um revólver calibre 38, ainda disparou, mas o tiro acabou atingindo uma de suas pernas.

 

Foram cerca de 30 minutos de angústia na noite de quarta-feira, 5, para o comerciante, a esposa e a filha após a dupla, portando dois revólveres, render o proprietário da casa, na Rua José Brandão, quando ele chegava do mercado, do qual é dono. Ao colocar o carro na garagem, a vítima foi surpreendida por um dos assaltantes, que apertou o botão do portão automático, interrompendo o fechamento.

 

Ao perceber que um vizinho assistia a tudo, o outro assaltante rendeu a testemunha, invadiu a casa dela, rendeu outras três pessoas do imóvel e mais duas, da residência dos fundos. Já dentro da casa do comerciante, o primeiro criminoso começou a exigir mais dinheiro do que havia encontrado e resolveu agredir as vítimas. Ao que tudo indica, o bandido que estava na outra casa, onde mantinha seis pessoas reféns, conheceria a rotina da família, pois, por telefone, dizia ao comparsa que pressionasse as vítimas pois havia mais dinheiro na residência.

 

Para forçar o casal a mostrar o suposto valor escondido no imóvel, o assaltante dirigiu-se até a esposa do comerciante e tentou retirar a filha de 9 meses das mãos da mãe. Ao dificultar a ação do criminoso, a mulher abriu uma brecha para que o marido, por trás, reagisse, momento em que o tiro foi disparado e o assaltante baleado pela própria arma.

 

Após tomar a arma, a esposa apontou o revólver para o bandido e o dominou. Acionados por um colega de corporação - parente de uma das outras seis pessoas que eram mantidas reféns na outra casa - policiais militares foram até o endereço e detiveram os dois bandidos, em cada residência.

 

O assaltante baleado foi encaminhado para o pronto-socorro do Hospital Geral de Taipas. O casal agredido sofreu escoriações e foi liberado no local do assalto por uma equipe do SAMU após receber atendimento. O caso foi registrado no 72º Distrito Policial, da Vila Penteado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.