Família fica por 2h30 refém de ladrões no Tremembé

Dupla invadiu a casa por volta das 7h30, quando o pai saía para trabalhar; vizinhos notaram e chamaram a polícia

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2014 | 19h31

SÃO PAULO - Uma família foi feita refém por dois homens acusados de tentativa de roubo a residência, no Tremembé, zona norte da capital paulista, na manhã desta segunda-feira, 19. As vítimas, um casal e a filha adolescente, ficaram cerca de 2h30 em poder dos acusados, de acordo com a Polícia Militar. A tensão se encerrou pacificamente, depois de a PM negociar com os suspeitos.

A dupla invadiu a casa por volta das 7h30, no momento em que o dono da casa saia para trabalhar. Vizinhos notaram a ação e chamaram a polícia, que chegou antes de os acusados deixarem o imóvel.

A empregada da casa, que também havia sido dominada, foi libertada depois da chegada da PMs. Depois disso, segundo a polícia, houve impasse para a liberação das demais vítimas e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) acabou chamado para conduzir as negociações.

Ainda de acordo com a PM, a mulher de um dos suspeitos foi até o local onde a situação ocorria. Ela afirmou que o marido é foragido da Justiça desde o ano passado, quando saiu da penitenciária onde cumpria pena durante as festas de fim de ano e não retornou.

A Rua José dos Santos Castro, onde fica a casa invadida, teve o tráfego fechado pela polícia. O Gate ocupou também as casas vizinhas, impossibilitando a fuga dos acusados. Depois de cerca de duas horas de conversas, os dois homens entregaram as armas voluntariamente e se renderam aos policiais, que os levaram ao 20.º Distrito Policial (Água Fria). A família feita refém saiu ilesa.

Mais conteúdo sobre:
Tremembé

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.