Família é presa acusada de manter desmanche de veículos em Santo André

Policiais recuperaram três carros ainda intactos em casa do bairro Centreville

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 Março 2011 | 04h45

SÃO PAULO - A prisão de um casal, do filho e de três colegas do rapaz, entre eles dois adolescentes, no final da noite de domingo, 6, levou policiais militares da Força Tática do 41º Batalhão a estourar um desmanche de veículos e recuperar três carros ainda intactos, dois deles na casa nº 488 da rua General Olímpio Mourão Filho, no bairro Centreville, em Santo André, no ABC.

 

Em patrulhamento pela avenida Giovanni Battista Pirelli, no Parque Marajoara, bairro vizinho, os policiais desconfiaram de quatro ocupantes de um Gol e pararam o veículo na altura do nº 2.100. Ao verificar que o Gol era roubado, a PM foi até a casa do rapaz que estava ao volante e lá encontrou outros dois carros roubados - um Fiat Pálio e um Toyota Corolla, sendo o segundo pertencente a um casal que teve a residência assaltada no último dia 2 em São Bernardo do Campo, cidade vizinha.

 

Segundo os policiais, o dono do Corolla foi baleado na cabeça pelos assaltantes e está internado na UTI do Hospital Brasil, em Santo André. No mesmo assalto, a esposa teve uma das pernas fraturadas. O pai e a mãe do rapaz detido confessou que a família mantinha um desmanche a 100 metros da casa. Ao chegarem na oficina, os PMs encontraram um Honda Civic e um Peugeot, já em processo de desmanche.

 

Com a família, os policiais apreenderam também vários objetos retirados dos carros roubados e pelo menos 80 documentos de veículos que chegaram até o desmanche. Segundo ainda os policiais, em média eram cortados cinco carros por semana no desmanche estourado neste domingo. Não se sabe ainda se os três colegas do rapaz que estava ao volante do Gol também têm participação no esquema criminoso. O caso será registrado no 1º Distrito Policial de Santo André.

Mais conteúdo sobre:
desmancheSanto André

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.