Família de vítimas do 3054 anuncia ação contra a TAM

Família deve ajuizar, dentro de dez dias, duas ações por danos morais e materiais nas esferas civil e criminal

Chico Siqueira, do Estadão,

23 de agosto de 2007 | 18h45

Sem conseguir entrar em acordo sobre o pagamento do seguro obrigatório, a família Caballero decidiu entrar com ação por danos morais e materiais contra a TAM pelo acidente com o Airbus. No acidente morreram a professora universitária aposentada Maria Elizabete Caballero, 65 anos, e suas netas Maria Isabel Caballero Gomes, 10, e Júlia Elizabete Caballero Gomes, de 4.  Veja tambémQuem são as vítimas do vôo 3054 Todos os vídeos da tragédia  Todas as fotos do acidente  Especiais produzidos sobre a tragédia Tudo sobre a tragédia do vôo 3054  Maiores desastres da aviação brasileira Cronologia da crise aérea  Segundo o advogado Marco Aurélio Bdine, a decisão de acionar a TAM surgiu depois que a família se viu frustrada nas duas tentativas de acordo amigável com a empresa. "A intenção era conseguir o acordo com a TAM e a seguradora para evitar ações na Justiça, mas não conseguimos", disse Bdine, para quem a TAM foi intransigente nas duas tentativas. De acordo com Bdine, a TAM não quis aceitar proposta amigável para reparação de danos materiais e morais e não chegou a um acordo sobre valores a serem pagos pelo seguro obrigatório. "A empresa alega que o valor é de R$ 14 mil, quando sabemos que pela tabela do Tribunal de Justiça, esse valor de seguro obrigatório é de R$ 130 mil", diz o advogado. Segundo ele, a família deve ajuizar, dentro de dez dias, duas ações por danos morais e materiais nas esferas civil e criminal. Mas vai esperar um novo acordo para o pagamento do seguro obrigatório. "Se esse acordo não acontecer em 15 dias, ajuizaremos outra ação para receber o seguro", disse. Segundo o advogado, o sofrimento e a dor da família pela perda influenciaram na decisão de acionar a empresa na Justiça. Leia a matéria completa na edição de sexta-feira, 24, do Estadão

Tudo o que sabemos sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.