Falta de manutenção em rodovia prejudica acesso a Campos do Jordão

Motorista deve evitar descer a serra entre 14h e 20h

Gerson Monteiro, Especial para O Estado de S. Paulo

23 de abril de 2011 | 10h35

Entardecer no Horto Florestal, em Campos do Jordão (Adriana Moreira/AE - 13/06/2005)

 

Os 200 mil turistas que escolheram passar o feriado prolongado em Campos do Jordão, a 180km de São Paulo, antes de curtir o ar puro dos 1.800 metros de altitude das montanhas, enfrentaram uma estrada em situações que, no mínimo, exigiram bastante atenção dos motoristas. A recomendação da Polícia Rodoviária Estadual é que o motorista evite descer a serra entre 14h e 20h.

 

A Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123) é o principal acesso a Serra da Mantiqueira e está em obras. O trecho entre os kms 0 e 25 está sendo recapeado e há muitos desníveis na pista, com degraus no acostamento e falta de sinalização no chão.

 

O orçamento do governo, de R$ 22,7 milhões, com previsão de entrega em setembro, não contempla os 20 kms finais da rodovia, na chegada a Campos do Jordão. Com isso, para participar do 42º Festival Internacional de Inverno, que começa em 2 de julho, o motorista vai precisar redobrar a atenção, já que a pista está bastante prejudicada principalmente no trecho de serra, onde há duas faixas para subida.

 

Somente nos feriados de Tiradentes e Páscoa, 35 mil veículos subiram a serra pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, sem registro de acidentes.

 

A responsabilidade pela manutenção da rodovia, que também é via de acesso ao Sul de Minas, é do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

 

Páscoa aquecida

 

Apesar das altas temperaturas, entre 23ºC e 26ºC durante o dia, quem esteve em Campos do Jordão neste feriado não deixou de saborear os chocolates artesanais produzidos na cidade. Lojas tradicionais no luxuoso bairro do Capivari ficaram lotadas durante todo o feriado, a maior procura foi por chocolate quente e ovos de páscoa. "O chocolate daqui é feito todo manualmente, ele é mais saboroso", comenta a supervisora de vendas Jaqueline Viana.

 

Além dos chocolates, as malhas também estão em alta. O setor contou com um movimento superior a 70% comparado a outros fins de semana.

 

Para o casal Érika Campos e Cristiano Santos, de Campos de Goytacazes (RJ), a primeira visita à cidade vai ficar registrada pela beleza e receptividade local. "Foram cinco horas de viagem que valeram à pena", diz a advogada. "Nem lembro que dia é hoje", completa, em meio às fotos em uma locomotiva cenográfica próxima ao Capivari.

 

No domingo, a Orquestra Sinfônica de Tatuí se apresentará às 12h na Praça do Capivari, encerrando a programação de feriado na cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.