Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Falta de informação deixa milhares sem saber o que fazer na Linha Vermelha

Várias explicações e prazos para retomada da circulação na Estação Tatuapé revoltaram usuários

Gabriel Pinheiro, estadão.com.br

21 de setembro de 2010 | 12h18

SÃO PAULO - Os usuários do Metrô enfrentaram uma manhã de caos na Linha 3 - Vermelha nesta manhã. Por volta das 8h30, na Estação Tatuapé, longas filas se acumulavam desde as escadas rolantes dão acesso às bilheterias de embarque.

 

Veja também:

linkTrens voltam a circular na Linha Vermelha; embarque segue difícil

 

Pelo sistema de som, o Metrô informava que a presença de um usuário na linha paralisava a circulação dos trens, que seria retomada em minutos. Em curtos intervalos, novos comunicados - com mudanças constantes na explicação e prazos.

 

"Estou aqui há quarenta minutos e até agora não sei o que fazer, o que aconteceu?", perguntava a representante comercial Daniela dos Santos, de 46 anos, para um funcionário do Metrô. Nenhuma resposta.

 

No período em que a reportagem do estadão.com.br esteve na estação, pelo menos três explicações para a falha foram anunciadas pelo sistema de som: "usuário na via", "avaria no sistema" e "objeto na via."

 

O prazo para retomada da circulação também variou diversas vezes - de oito a vinte minutos -, até que foi anunciado o fechamento da estação. Nas filas de embarque, protestos generalizados. "E agora? Que alternativa eu tenho? Ninguém vai trabalhar hoje?", gritava um usuário para seguranças da estação. Novamente, sem respostas.

Tudo o que sabemos sobre:
MetrôfalhaLinha Vermelha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.