Falta de habilitação é comum em acidentes de jet ski; relembre casos

Condutores menor de idade e falta do uso de coletes salva-vidas é recorrente

Cristiane Salgado - Estadão.com.br,

23 de fevereiro de 2012 | 15h52

SÃO PAULO - Imprudência, falta de habilitação e descumprimento das regras de segurança são ingredientes comuns em acidentes de jet ski - não raro, fatais, como o que matou a menina Grazielly Almeida Lames, de 3 anos, em Bertioga.

Os condutores não costumam respeitar o limite mínimo de distância da praia e, em caso de acidentes, a cena de fuga é recorrente. As vítimas, muitas vezes, não usam o colete salva-vidas que é de uso obrigatório.

O estadão.com.br relembrou alguns acidentes ocorridos nos anos anteriores.

 

Março de 2002

Casal atropela três crianças, matando uma em Florianópolis. Piloto não possuía habilitação.

 

Fevereiro de 2003

Barco e jet ski se chocam em Caraguatatuba, SP, matando piloto e adolescente em garupa. Apesar do condutor possuir habilitação, nenhum dos dois usavam coletes salva-vidas.

 

Novembro de 2007

Homem que pilotava jet ski morre afogado em acidente Fortaleza. Condutor não usava colete salva-vidas.

 

Janeiro de 2009

Dois jet skis colidem no Guarujá, SP, matando um jovens que conduzia uma das embarcações. O outro piloto fugiu após o acidente. Ambos não tinham licença.

 

Agosto de 2009

Adolescente é atropelada e morta por jet ski em Paulínia, SP. Jet ski estava em região de banhistas e piloto fugiu após acidente.

 

Maio de 2011

Acidente na represa Billings, em SP, mata adolescente que estava na garupa de um jet ski e não usava colete salva-vidas.

 

Novembro de 2011

Menor de idade que conduzia jet ski atropelou e matou homem em Ribeirão Preto, SP. Depois do acidente, menor fugiu do local.

 

Regras. Para pilotar um jet ski é necessário ter 18 anos e tirar carteira de habilitação - passando por testes psicológicos e aulas práticas - pela Marinha do Brasil, através das Capitanias dos Portos de cada região.

O veículo tem que ser registrado em uma capitania ou delegacia regional.

É obrigatório usar o colete salva-vidas e manter a chave de segurança da embarcação atada ao pulso.

Como medida de segurança, deve-se manter uma distância mínima de 200 metros da praia.

Mais conteúdo sobre:
jet ski, acidentes, morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.