Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil/Divulgação

Falso professor é preso no Bom Retiro por suspeita de pedofilia

Segundo a polícia, há 4 casos confirmados e mais 4 sob investigação; homem oferecia reforço escolar em comunidades

Alexandre Hisayasu, O Estado de S.Paulo

17 Junho 2016 | 15h00

SÃO PAULO - O técnico em computação Fernando Caetano dos Santos, de 57 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira, 17, no Bom Retiro, na região central da capital paulista, acusado de estuprar crianças e adolescente de 12 a 16 anos. Segundo a Polícia Civil, quatro casos estão confirmados e outros quatro, sob investigação.

Os policiais da 1ª Delegacia da Mulher (DDM) apuraram que o suspeito se passava por professor de reforço escolar e oferecia seus serviços em comunidades carentes do Bom Retiro. Ele conquistava a confiança dos pais e levava as crianças até a sua casa, onde aconteciam os abusos. Na casa dele, foram apreendidos material pornográfico.

Segundo a polícia, a vítima mais recente foi uma menina de 12 anos. Nos outros três casos, há dois adolescentes de 15 e 16 anos, e uma jovem de 19, que afirma ter sido abusada dos 10 aos 16 anos.

Em depoimento, o suspeito negou as acusações. A Justiça decretou a prisão temporária de Santos por 30 dias.

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Polícia Civil Justiça Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.