Falha técnica em trem de turismo deixa brasileiros presos por 6 horas nos Andes

Foi um susto. Na sexta-feira à noite, 483 turistas - entre eles um grupo de brasileiros - saíram em um trem de Salta, a noroeste da Argentina, em direção a Punta, em um trajeto de 217 km, pela Cordilheira dos Andes. No caminho, foram surpreendidos por duas falhas mecânicas, que deixaram o trem parado por seis horas.

O Estado de S.Paulo

23 Setembro 2012 | 03h04

A primeira pane, de acordo com o jornal Clarín, aconteceu em Diego de Almagro. Depois de três horas parado, o trem seguiu viagem como se os problemas estivessem resolvidos. Em Santo Antônio de Los Cobres, em cima do viaduto La Polvorilla, a 4,2 mil metros de altitude, porém, ocorreu nova falha. E o trem ficou preso ali por mais três horas, até chegar o resgate.

A empresa Tren a las Nubes, responsável pelo passeio, postou um comunicado em sua página no Facebook pedindo desculpas pelo inconveniente. Escreveu que o trem tem gerador próprio e que não faltou eletricidade, calefação nem comida para os passageiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.