FELIPE RAU/ Estadão
FELIPE RAU/ Estadão

Falha no fornecimento de energia atinge vários bairros de SP

Interrupção foi ocasionada por um desligamento na subestação Milton Fornazaro que afetou 600 mil clientes além de metrô, trens e semáforos

Ana Paula Niederauer e Luciana Collet, O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2017 | 12h07

SÃO PAULO - Cerca de 600 mil pessoas ficaram sem energia elétrica na cidade de São Paulo nesta terça-feira, 16, devido a uma falha no fornecimento de energia que atingiu vários bairros da capital e municípios vizinhos da região oeste da capital. O problema também interrompeu a circulação de trens, metrô e afetou semáforos. 

Segundo a Eletropaulo, por volta das 10h33 houve um desligamento na rede de transmissão de energia de energia, que é de responsabilidade da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica (CTEEP). 

A zona Oeste da capital foi a mais atingida, principalmente nos bairros da Lapa, Pinheiros, Morumbi, Butantã, Vila Madalena, Sumaré e Jaguaré. Trechos de Osasco e Cajamar, próximos à Capital, também tiveram desligamentos.

A energia foi restabelecida cerca de 20 minutos depois. A falha da CTEEP desligou 20 subestações da AES Eletropaulo e atingiu 600 mil clientes da distribuidora.

Em nota, a CTEEP informou que a interrupção do fornecimento de energia à Eletropaulo foi ocasionada por um desligamento na subestação Milton Fornasaro. "Equipes de manutenção da empresa atuaram para o restabelecimento da energia, que foi normalizado às 10h46. As causas do ocorrido estão sendo apuradas pela companhia", informa o texto.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou em nota que está analisando as possíveis causas da ocorrência e que a Eletropualo "iniciou  de imediato o remanejamento das cargas, que passaram a ser atendidas por outros pontos de suprimento". 

Trens, metrô e semáforos

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que os trens das linha 7 Rubi, 8 Diamante, 9 Esmeralda, 10 Turquesa e 11 Coral  circularam com intervalos maiores por causa da falta de energia. Por volta das 11h30, contudo, a circulação dos trens voltou ao normal.

As linhas 1-Azul e 2-Verde do metrô também foram afetadas, segundo o Metrô, devido a falha de abastecimento de energia na subestação primária da região da Saúde, na zona sul da capital.

A falha de energia também afetou vários semáforos da cidade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.