André Lessa/AE
André Lessa/AE

Falha impedia circulação de trens na área de manobra, afirma presidente da Via Quatro

Segundo Luiz Valença, problema, perto da Estação Luz, impedia circulação em toda a Linha 4-Amarela

estadão.com.br,

03 Outubro 2011 | 10h57

SÃO PAULO - O presidente da Via Quatro, Luiz Valença, empresa que administra a Linha 4-Amarela afirmou que o problema técnico impedia circulação dos trens na zona de manobra, o que causou o atraso no início das operações nesta segunda-feira, 3. A zona de manobra fica perto da Estação da Luz.

Em entrevista à rádio Estadão/ESPN, Valença disse que a falha, detectada pelos funcionários por volta de 2 horas da manhã, impedia a operação da linha como um todo. "O sistema é totalmente automático e tem uma parte que cuida da segurança da circulação dos trens, principalmente nas áreas de manobra, onde aconteceu o problema."

A situação foi normalizada por volta das 8 horas e os trens puderam começar a circular às 8h18, com quase quatro horas de atraso. "Tão logo conseguimos solucionar a falha, colocamos os trens em operação. Eles já estavam posicionados", contou.

Valença destacou que a falha aconteceu em um trecho recém inaugurado da Linha 4-Amerela. As estações Luz e República foram inauguradas no dia 15 de setembro. "É uma parte nova do sistema, mas essa é a primeira ocorrência da Linha", ressaltou. Como as estações da Linha não abrem aos domingos, o dia ainda para realização de ajustes no funcionamento. "Pretendemos anunciar em breve o funcionamento também aos domingos", contou Valença durante a entrevista.

O presidente da Via Quatro garantiu que o problema desta segunda-feira é localizado. "Não é algo que possa se tornar recorrente", garantiu.

Sobre o Plano de Apoio Entre Empresas Frente a Situações de Emergência (Paese), que colocou d12 ônibus para atender os usuários do Metrô, Valença admitiu que ainda são necessários alguns ajustes. "Não foi uma operação perfeita, mas os ônibus supriram a necessidade de parte dos passageiros durante a ausência do metrô."

Mais conteúdo sobre:
linha 4-amarela metro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.