Falha faz voo da Webjet voltar ao Rio; Bernardinho estava a bordo

Avião que tinha saído do Santos Dumont às 6h15 com destino a São Paulo apresentou defeito no medidor de combustível

ANTONIO PITA / RIO, O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2012 | 03h03

Um defeito no medidor de combustível de uma aeronave da Webjet causou apreensão e transtornos para os passageiros do voo 5760, que partiu às 6h15 de ontem do Aeroporto Santos Dumont, no Rio, para o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Segundo os passageiros, um forte cheiro de combustível foi sentido na cabine no momento da decolagem. Algumas pessoas também relataram ter visto um vazamento na aeronave.

Cerca de 20 minutos depois, o piloto anunciou o problema no instrumento e voltou para o Rio.

O voo tinha duração estimada de 50 minutos. Como a tripulação levou 20 minutos para informar o problema, os passageiros ficaram com medo de faltar combustível para a aeronave. Entre os passageiros do voo, que partiu com lotação máxima, estava o técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, Bernardinho. Ele seguia para uma entrevista agendada pela Confederação Brasileira de Vôlei em um hotel de São Paulo. Os atletas chegaram ontem de Londres, após conquistar a medalha de prata na Olimpíada. O técnico havia viajado para o Brasil antes e encontraria os jogadores para conceder a entrevista.

"O comandante avisou que havia um nível baixo de combustível, e pelo odor, ficamos apreensivos. Todo mundo ficou em silêncio, ouvindo as moscas. Foi um suspense grande", afirmou um dos passageiros, Ciro Moraes, de 23 anos. Ele seguia para Ilhéus, na Bahia, e perdeu a conexão em Guarulhos. "Foi um transtorno. Agora estou negociando o reembolso das despesas não previstas causadas pelo incidente", disse o estudante, que estava na mesma fileira do técnico Bernardinho.

Outros passageiros relataram ter perdido reuniões agendadas em São Paulo. Os passageiros foram realocados em outros voos, às 8h40, pela Gol, e às 9h30, pela mesma Webjet. Somente Bernardinho desistiu de embarcar e voltou para casa. Ele não foi encontrado ontem para comentar o incidente.

Em nota, a Webjet informou que o abastecimento da aeronave ocorreu "de forma absolutamente correta". Segundo a companhia, o avião apresentou problema na indicação do painel de combustível. "Por cautela, o avião retornou ao aeroporto de origem para que as equipes verificassem o equipamento."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.