Falha em trens faz circulação na Linha Amarela do metrô ficar mais lenta

Problema na sinalização sonoro-visual das portas fez composições serem recolhidas

Marcela Bourroul Gonsalves, estadão.com.br

05 de outubro de 2011 | 19h04

SÃO PAULO - Uma falha em dois trens da Linha 4 - Amarela do Metrô fez com que os demais trens circulassem com velocidade reduzida e maior tempo de parada na tarde desta quarta-feira, 5. Esta é a segunda vez que há problemas no novo ramal, o mais recente do sistema.

As composições que estavam nas estações Paulista e Pinheiros tiveram problema na sinalização de portas. Segundo a assessoria de imprensa da Via Quatro, o aviso durante o fechamento das portas não estava sendo dado.

A falha durou das 16h25 até as 17h09. Nesse intervalo, os usuários tiveram que aguardar cerca de 8 minutos por um trem.

Ontem, uma pane no sistema que controla os trens a distância fez com que a linha ficasse fechada por quatro horas pela manhã. O sistema que falhou foi o que permite aos trens circularem sem a presença de um maquinista, um dos diferenciais da linha. Pelo menos 75 mil pessoas foram prejudicadas, segundo estimativa do Metrô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.