Falha em freio pode ter matado 11 em MG

Um defeito nos freios teria sido a causa do acidente com o ônibus que levava alunos e funcionários da Associação Esportiva e Recreativa Usipa e da Associação de Deficientes Visuais (Adevip) de Ipatinga (MG), que deixou 11 mortos. A informação é da PM. Por volta das 23h de sábado, o veículo caiu de uma ponte na MG-451 sobre o Rio Araçuaí, em Carbonita (MG).

Marcelo Portela BELO HORIZONTE, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2010 | 00h00

O ônibus voltava de Montes Claros, no norte do Estado, onde alunos e funcionários da Apae e da Adevip participaram dos Jogos do Interior de Minas (Jimi). Segundo a Polícia Militar, o motorista do veículo, que era fretado, não conseguiu reduzir a velocidade e tentou desviar de outro ônibus que seguia à frente quando foi atingido na lateral, perdeu o controle, saiu da pista e caiu da ponte.

Ontem, dois velórios coletivos foram realizados em Ipatinga. "Está todo mundo abalado e ainda não sabemos o que vamos fazer", afirmou Gilda Gomes, da direção da Apae. Cinco alunos, uma professora e um enfermeiro da instituição estão entre os mortos. Também morreu no acidente o medalhista paraolímpico Sandro Alex Cruz Santos, de 33 anos. Quinze feridos tiveram alta dos hospitais de Carbonita, Itamarandiba e Diamantina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.