Faixa da Avenida Roberto Marinho, na zona sul, será fechada para obras do metrô

No domingo, a faixa do sentido Marginal, entre as ruas Constantino de Souza e Princesa Isabel, será bloqueada às 17h

estadão.com.br

13 Abril 2012 | 09h06

SÃO, 13 - A partir do próximo domingo, 15, mais uma faixa da Avenida Jornalista Roberto Marinho, no Brooklin, zona sul de São Paulo, será interditada para obras da Linha 17 do Metrô Monotrilho. A primeira faixa junto ao canteiro central da avenida está interditada desde o dia 1º de abril, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

No domingo, a faixa do sentido Marginal, entre as ruas Constantino de Souza e Princesa Isabel, será bloqueada às 17h, com duração prevista de sete meses, para obras da Linha 17 do Metrô Monotrilho. Os veículos que trafegam pelo trecho em obras da avenida serão desviados à direita para as outras três faixas de rolamento da via.

Rotas Alternativas. A partir da Avenida Jornalista Roberto Marinho, sentido Marginal: à direita na Rua Vicente Leporace, à esquerda na Rua Gabrielle D'Annunzio, novamente à esquerda na Rua Princesa Isabel, retornando à Avenida Jornalista Roberto Marinho.

A partir da Avenida Washington Luís, sentido Centro: à esquerda na Avenida Professor Vicente Rao, em frente pela Avenida Roque Petroni Junior, atingindo a Marginal Pinheiros / Morumbi; ou em frente pela Avenida Moreira Guimarães, à direita na Avenida Moaci, outra vez à direita na Alameda Uapixana, e novamente à direita na Avenida dos Bandeirantes para atingir a Marginal Pinheiros.

A partir da Avenida Washington Luís, sentido Bairro: à direita na Rua Rafael Iório, em frente nas ruas Doutor Jesuíno Maciel e Guararapes, à esquerda na Avenida Portugal, à direita para atingir a Avenida Jornalista Roberto Marinho; ou à direita na Avenida Professor Vicente Rao, e em frente pela Avenida Roque Petroni Junior, atingindo a Marginal Pinheiros/Morumbi.

Mais conteúdo sobre:
trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.