Fabricante alerta para o perigo da compra na internet

Procurada pelo Estado, a empresa Condor alertou para o perigo da compra ilegal de produtos pela internet, uma vez que "certamente eles não passaram pelos testes de segurança e homologação do Exército".

O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2012 | 03h01

Segundo a fabricante, "tais equipamentos podem provocar danos irreparáveis e até mesmo a morte".

A empresa diz ainda que sprays de pimenta e armas de choque comercializadas pela internet são fruto de contrabando, mas não tem uma estimativa da quantidade de produtos vendidos no mercado negro.

A Condor também não informou a quantidade de mercadorias que já vendeu para as Forças Armadas, as Polícias Civis e Militares dos Estados e guardas municipais, alegando que não tem "autorização dos órgãos públicos para divulgar suas aquisições". / M.G.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.