Extensão já era feita com tinta azul

Em agosto do ano passado, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) começou a testar uma solução barata e rápida para estender a área das calçadas: a pintura do asfalto com tinta azul. O projeto-piloto foi executado na Rua Capitão Salomão, no Largo do Paiçandu, centro.

O Estado de S.Paulo

05 Outubro 2012 | 03h05

Delimitada por uma faixa branca e 17 balizadores de plástico, a área azul começa na sarjeta e termina no meio da rua, adicionando cerca de 50 m2 de espaço para pedestres.

Especialistas em engenharia viária, porém, alertaram à época que esse tipo de intervenção deve ser encarado com cautela, já que a simples pintura e instalação de balizadores não são apropriados para garantir a segurança dos pedestres quanto as calçadas de verdade. / C.V.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.