Explosão por vazamento de gás deixa 10 feridos em SP

Ao sentir um forte cheiro de gás, vizinhos acenderam o ventilador para dissipar e faísca teria causado explosão

Bruno Lupion, Júlia Baptista e Ricardo Valota, do estadão.com.br

21 de maio de 2010 | 06h19

Uma explosão causada por vazamento de gás deixou 10 pessoas feridas por volta das 20 horas de quinta-feira, 20, na residência nº 52 da Rua Taquarituba, no Jabaquara, zona sul de São Paulo. O acidente teria sido causado pelo dono do imóvel, que está em estado grave após o acidente, identificado como Geraldo Antonio Garcia, de 43 anos.

 

Ao ouvirem barulhos estranhos vindos do imóvel ao lado e sentido o forte cheiro de gás, os vizinhos foram até a casa de Geraldo, encontrando-o caído no chão, já desacordado pela inalação do gás. A fim de parar o vazamento no botijão, os vizinhos usaram sabão em pedra, mas também ligaram o ventilador para retirar o excesso de gás da residência. Com a faísca, a explosão foi inevitável.

 

Ficaram feridos: Cleonice Guimarães dos Santos, de 29, Alcivânia Nogueira Lira, 29, Claudete Silva dos Santos, 44, Jonas da Silva Garcia, 11, Jennifer Iara Duarte, 9, Andreza Estefani Duarte da Silva, 6, Isac da Silva Garcia, 11, Amanda da Silva Santos, 18, Alcione Nogueira Lira, 24, e Ana Carolina Pereira Lima, de apenas 1 ano.

 

Segundo reavaliação do Hospital das Clínicas, Isaque Garcia, de 11 anos, teve queimaduras de 2º e 3° graus em 25% do corpo, e não em 40% como divulgado anteriormente. Outra vítima, transferida nesta sexta, é Alcivania Nogueira de Lira, de 29 anos, que teve 45% do corpo queimado durante a explosão. O estão de saúde dos dois é grave.

Quatro das dez vítimas foram socorridas pelos demais vizinhos; as outras seis, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Todas foram encaminhadas para o Hospital Dr. Arthur de Ribeiro Saboya, no Jabaquara.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, houve desabamento de duas paredes da residência, o que comprometeu a estrutura do local. Uma das casas vizinhas também foi danificada. O caso foi registrado no 35º Distrito Policial, do Jabaquara, pelo delegado Júlio Cesar Teixeira.

Tudo o que sabemos sobre:
Explosãocasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.