Explosão de gerador em ministério mata um

Wilson de Pádua Pires, de 54 anos, funcionário da Companhia Energética de Brasília (CEB), morreu após a explosão de um gerador no Ministério do Esporte, em Brasília, na tarde de ontem. Seu colega, José Renan dos Santos, de 53 anos, sofreu queimaduras de segundo grau. Eles faziam serviço de manutenção periódica em um dos seis equipamentos que alimenta a Esplanada dos Ministérios. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de Brasília abriram sindicância para apurar as causas do acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.