Explosão de caixa eletrônico danifica prédio da PUC em Sorocaba

Em um mês, região já registra nove ataques; dados de janeiro já superam ocorrências de todo o ano passado

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

30 de janeiro de 2014 | 20h50

SOROCABA - Bandidos armados renderam doze pessoas e explodiram um caixa bancário automático no prédio da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Sorocaba, na manhã desta quinta-feira, 30. As explosões danificaram o prédio e as aulas foram suspensas no período da manhã. Os criminosos, que estavam encapuzados, fugiram em um carro que foi abandonado horas depois, em Votorantim, cidade vizinha. O veículo tinha sido furtado.

Foi o terceiro ataque na cidade em menos de dez dias e o nono ocorrido na região este ano. O número de explosões de caixas bancários em janeiro, na região de Sorocaba, já supera as ocorrências de todo o ano passado. A Polícia Civil acredita que a mesma quadrilha pode estar envolvida em várias ações. Em todo o interior do Estado, somente este mês, ocorreram 20 ataques com explosões de caixas eletrônicos. Em janeiro do ano passado foram registradas apenas seis ocorrências no interior.

Tudo o que sabemos sobre:
caixas eletrônicosataquesSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.