Explosão de caixa eletrônico danifica prédio da PUC em Sorocaba

Em um mês, região já registra nove ataques; dados de janeiro já superam ocorrências de todo o ano passado

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

30 de janeiro de 2014 | 20h50

SOROCABA - Bandidos armados renderam doze pessoas e explodiram um caixa bancário automático no prédio da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Sorocaba, na manhã desta quinta-feira, 30. As explosões danificaram o prédio e as aulas foram suspensas no período da manhã. Os criminosos, que estavam encapuzados, fugiram em um carro que foi abandonado horas depois, em Votorantim, cidade vizinha. O veículo tinha sido furtado.

Foi o terceiro ataque na cidade em menos de dez dias e o nono ocorrido na região este ano. O número de explosões de caixas bancários em janeiro, na região de Sorocaba, já supera as ocorrências de todo o ano passado. A Polícia Civil acredita que a mesma quadrilha pode estar envolvida em várias ações. Em todo o interior do Estado, somente este mês, ocorreram 20 ataques com explosões de caixas eletrônicos. Em janeiro do ano passado foram registradas apenas seis ocorrências no interior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.