JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

"Expansão" da Cracolândia não é novidade, diz Haddad

Segundo prefeito, situação já ocorre ao menos desde 2011; ele destacou ainda ajuda ao governo estadual no combate à droga

O Estado de S. Paulo

03 de março de 2015 | 14h50

Atualizada às 19h33

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou nesta terça-feira, 3, que a "expansão" da Cracolândia em pequenas favelas não é novidade.


"Isso está acontecendo desde 2011 aproximadamente. Às vezes consolida um pequeno agrupamento, que depois vai lá a Prefeitura e o governo do Estado e acabam fazendo o desfazimento. Mas é um trabalho contínuo de impedir o crescimento daquele tipo de situação", declarou o prefeito.

Ainda segundo Haddad, a Prefeitura está "dando todo o apoio ao governo do Estado" no combate ao crack.

"Obviamente que a parte de combate à droga propriamente dita, ao traficante, é uma atribuição dos órgãos de segurança pública, mas temos que dar algum tipo de assistência para aqueles que buscam atendimento médico, sobretudo ambulatorial, e querem recuperar. Estamos com quase 500 pessoas em tratamento."

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública afirma que "o combate aos traficantes tem sido duro, constante e resultou na apreensão de mais de 14,4 toneladas de drogas na capital em 2014". Segundo a secretária, na região central, onde a Prefeitura mantém o programa De Braços Abertos, a polícia prendeu 132 traficantes e apreendeu 42 menores envolvidos com o tráfico.

Tudo o que sabemos sobre:
Fernando Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.