Executivo é morto por assaltantes na zona sul de SP

Segundo testemunhas, dois homens a pé abordaram o empresário e resolveram atirar ao perceberem que Massuo não iria parar o carro

EFE

31 Janeiro 2009 | 01h15

O executivo Massuo Nagashima, de 56 anos, um dos diretores da Gates do Brasil, empresa especializada em correias para maquinário agrícola, foi assassinado por assaltantes, às 19h30 desta sexta-feira, 30, quando entrava com seu veículo, um Honda Civic preto, no prédio onde mora, na Rua Visconde de Inhaúma, no bairro da Saúde, zona sul da capital paulista.   Segundo testemunhas, dois homens a pé abordaram o empresário e resolveram atirar ao perceberem que Massuo não iria parar o carro. O disparo atingiu o pescoço da vítima e desceu até atingir o coração. Mesmo levado por policiais militares da 3ª Companhia do 12º Batalhão ao pronto-socorro do Hospital São Paulo, o executivo não resistiu e morreu.   A dupla fugiu sem levar nada. O latrocínio foi registrado no 16º Distrito Policial, de Vila Clementino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.