Ex-presidiário é morto diante da filha em Osasco

A mulher dele não soube dizer quem poderia ter cometido o crime

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

07 de agosto de 2008 | 13h42

O ex-presidiário Ricardo Vieira, de 30 anos, foi morto diante da filha, na Rua Cuiabá, em Osasco, na Grande São Paulo, na noite desta quarta-feira, 6. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, por volta das 21h30, a polícia encontrou a vítima sem vida com perfurações na cabeça e no peito, aparentemente feitas por arma de fogo.  Segundo o Boletim de Ocorrência, Vieira estava com filha no colo quando foi abordado por três pessoas. O trio disse para ele colocar a criança no chão e logo depois começou a atirar. Ao lado do corpo foram apreendidos seis estojos de munição. A vítima havia saído da prisão em janeiro deste ano. A mulher dele não soube dizer quem poderia ter cometido o crime. Atualmente, ele trabalhava como entregador de marmita. Ainda conforme informações da SSP, o caso foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Foi feita perícia no local, e ninguém foi preso.

Tudo o que sabemos sobre:
criminalidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.