Ex-namorados são encontrados mortos dentro de garagem na zona leste de SP

Vizinha desconfiou de motor de carro ligado havia muito tempo e chamou os bombeiros

Bruno Lupion e Ricardo Valota, Estadão.com.br

04 Fevereiro 2011 | 02h04

SÃO PAULO - Um casal de ex-namorados foi encontrado morto na noite de quinta-feira, 3, na garagem de uma residência no Jardim Santa Adélia, região do Sapopemba, zona leste da capital, possivelmente asfixiado pelo monóxido de carbono de um Chevette vermelho ligado havia várias horas no espaço, que não tinha ventilação.

 

Cristiane Oliveira Leal, de 24 anos, e Adriano Paixão, de 26, não apresentavam marcas de violência e estavam deitados um sobre o outro, no chão da garagem, ao lado do veículo, que pertencia a Cristiane.

 

Segundo testemunhas ouvidas pela polícia, os dois trabalhavam em uma das lojas do supermercado D'avó e romperam o namoro há cerca de um ano, mas tinham voltado a sair recentemente.

 

A moça chegou do trabalho por volta das 18 horas, estacionou o carro na garagem de casa, onde morava com a família, e foi mexer no motor do veículo. Alguns minutos depois, Adriano chegou e os dois permaneceram na garagem.

 

Por volta das 21 horas, a mãe de Cristiane sentiu falta da filha e começou a procurá-la. A irmã gêmea da jovem encontrou os dois na garagem, com o carro ainda ligado, e imediatamente desligou o veículo, mas ambos já estavam mortos. Adriano morava na Vila Industrial, na mesma região, e era sergipano. O caso foi registrado no 69º Distrito Policial, de Teotônio Vilela.

 

Atualizado às 8h

Mais conteúdo sobre:
morte asfixia bombeiros Sapobemba SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.