Ex-judoca é baleado durante tentativa de assalto em Santo André (SP)

Mesmo baleado, o ex-atleta, acompanhado de uma colega, conseguiu dirigir até o hospital em São Bernardo do Campo

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

02 de agosto de 2011 | 01h45

SÃO PAULO - O ex-judoca Carlos Eduardo Santos Motta, de 56 anos, conhecido como "Tico", uma referência do Judô brasileiro da década de 70, foi baleado, por volta das 16h30 de segunda-feira, 1, quando chegava à Escola Municipal de Ensinos Infantil e Fundamental (EMEIFS) Professor Darcy Ribeiro, no Parque Oratório, em Santo André, no Grande ABC, onde trabalha.

 

Em um Fox preto e acompanhado de uma amiga, uma professora de Educação Física que, segundo a Polícia Militar também trabalha no mesmo estabelecimento de ensino, Carlos Eduardo foi baleado por ocupantes de um Peugeot verde numa tentativa de roubo, supostamente após reagir.

 

Com um dos pulmões perfurado por um disparo que entrou pela região das costelas, Motta pediu à colega que o acompanhasse e, mesmo ferido, conseguiu dirigir até o pronto-socorro do Hospital e Maternidade Assunção, em São Bernardo do Campo, onde continua internado.

 

O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Santo André, no bairro de Utinga. Policiais civis desta delegacia, inclusive o delegado de plantão, recusaram-se a passar informações à reportagem pois a família de Carlos Eduardo assim pediu.

 

Tico foi vice-campeão dos Jogos Pan-americanos de 1975 (cidade do México, México), campeão Pan-americano, campeão Sul-americano, campeão da Copa Latina, Campeão Ibero-americano, atleta olímpico em 1976 (Montreal, Canadá), participou de quatro mundiais e possui diversos títulos paulistas e brasileiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.