Ex-deputado admite ter bebido antes de acidente

PARANÁ

, O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2010 | 00h00

O ex-deputado estadual do Paraná Luiz Fernando Ribas Carli Filho (foto), de 27 anos, confessou ontem, em audiência com o juiz Daniel Ribeiro Surdi de Avelar, ter bebido vinho antes do acidente de trânsito que matou Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20. Carli Filho declarou que não se lembra do que aconteceu na madrugada de 7 de maio de 2009, data do acidente. Na época, ele estava com a carteira de motorista suspensa com mais de 130 pontos, e, segundo laudo pericial, desenvolvia velocidade entre 161 km/h e 173 km/h. Carli Filho foi hostilizado na saída do tribunal. O advogado Roberto Brzezinski Neto afirmou que a amnésia se deu pela "proporção do acidente". O juiz vai decidir se o caso vai a júri popular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.