Ex-cunhado de Suzane Richthofen pede progressão de pena

Assim como Suzane, Christian Cravinhos quer cumprir restante da pena de 38 anos de prisão em semiaberto

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

21 de agosto de 2009 | 18h45

Cristian Cravinhos pediu à Justiça autorização para cumprir o restante de sua pena em regime semiaberto, em que o preso passa apenas a noite na cadeia. Ele é acusado, junto com o irmão Daniel e a ex-cunhada Suzane, de participar do assassinato de Marísia e Manfred von Richthofen, em 2002. O promotor Paulo Rogério Bastos Costa, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, no interior paulista, onde Cristian está preso, disse que recebeu o pedido na quinta-feira.

 

De acordo com o promotor, mesmo se Cristian tiver cumprido pelo menos um sexto da pena e apresentar bom comportamento, a resposta sobre o benefício será dada após o laudo do exame criminológico, que avalia se ele tem condições de voltar à sociedade. "Isso vai demorar mais de um mês", diz Costa. Ao ser procurado, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo informou que não sabia sobre a solicitação, pois o pedido poderia ter sido protocolado no próprio presídio, em Taubaté.

 

O promotor informou que Daniel não fez a solicitação de mudança de regime. Em maio deste ano, Suzane von Richthofen, de 25 anos, pediu o mesmo benefício à Justiça. No dia 12 de agosto, aJustiça suspendeu o andamento do processo após matérias vinculadas na imprensa apontarem que ela possuía um perfil no Twitter. Os irmão Cravinhos e Suzane foram condenados a 38 anos de prisão pelo assassinato dos pais dela. Suzane cumpre pena na Penitenciária Feminina de Tremembé.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.