Ex-chefe de batalhão da PM volta a ser preso

O tenente-coronel Djalma Beltrami, ex-comandante do 7.º Batalhão da Polícia Militar do Rio, em São Gonçalo, foi preso novamente ontem à tarde, em sua casa em São João de Meriti. Beltrami havia sido preso em 20 de dezembro, acusado de corrupção e envolvimento com tráfico de drogas, mas foi libertado um dia depois, ao obter habeas corpus. Ontem, a ordem de prisão preventiva foi decretada pelo juiz Márcio da Costa Dantas, após denúncia do Ministério Público, que acusa Beltrami de tráfico de drogas.

O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.