Ex-árbitro Oscar Godói atropela mulher

O ex-árbitro de futebol Oscar Roberto Godói, de 56 anos, atropelou uma estudante de 19 anos na Rua Doutor Hamilton Prado, em Franco da Rocha, Grande São Paulo, na tarde de ontem. Segundo a polícia, Godói estava visivelmente embriagado e exalava cheiro de bebida alcoólica. A vítima teve ferimentos leves e foi atendida em um hospital da região.

WILLIAM CARDOSOGIO MENDES, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2011 | 03h01

A estudante Carolina Rodrigues foi atropelada na faixa de pedestres, quando atravessava a via ao lado da mãe, de acordo com a Polícia Militar. Godói, que dirigia uma Zafira, foi levado pela PM para a Delegacia de Franco da Rocha, depois de se recusar a passar pelo teste do bafômetro.

Na delegacia, o ex-árbitro teria se desentendido com os policiais civis porque não queria fazer exame de sangue no hospital da cidade. O delegado titular, Luís Roberto Faria Hellmeister, foi chamado para a delegacia e convenceu o ex-árbitro a fazer o exame.

De acordo com Hellmeister, Godói foi indiciado por lesão corporal, mas a situação do ex-árbitro pode se agravar se o resultado do exame de sangue comprovar que ele dirigia embriagado.

Em fevereiro deste ano, Godói levou dois tiros de um assaltante que tentou roubar seu carro perto de sua casa, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo. Ele passou 10 dias hospitalizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.