Ex-árbitro diz que não reagiu ao assalto

O ex-árbitro Oscar Roberto de Godói, 55 anos, afirmou ontem por telefone: "Eu não reagi ao assalto". Vítima de tentativa de roubo em Perdizes, zona oeste, na última quarta-feira, levou três tiros. Ficou na UTI do Hospital das Clínicas até segunda-feira, quando foi para um quarto. Godói disse que ao ser surpreendido pelo ladrão, ergueu as mãos e tentou entregar as chaves do carro. "Falei para o ladrão que as chaves estavam no bolso de trás da calça." Ao virar o corpo levou o primeiro tiro, na barriga. Ao perceber que poderia ser morto, tentou impedir o bandido de feri-lo. O ladrão fugiu correndo.

, O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.