Ex-aliado de Kassab agora é adversário

Alexandre de Moraes, antigo "supersecretário" da Prefeitura e atual presidente do DEM em SP

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

08 de setembro de 2011 | 00h00

Até o ano passado, Alexandre de Moraes era o "homem forte" da administração municipal de São Paulo. Braço direito de Gilberto Kassab (sem partido), ganhou a alcunha de "supersecretário" por acumular pastas e cargos importantes. Hoje, entretanto, é adversário do prefeito e lidera esforços para barrar a criação do Partido Social Democrático (PSD), a nova sigla que Kassab tenta criar.

Moraes foi promotor de Justiça e, em 2002, secretário Estadual da Justiça. Ingressou na gestão Kassab em 2007, quando assumiu a Secretaria dos Transportes. Chegou a acumular a presidência da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da São Paulo Transporte (SPTrans), além da Secretaria de Serviços.

Presença constante ao lado do prefeito, foi cotado para a sucessão municipal de 2012. Mas a boa relação começou a se deteriorar em 2010, quando teve atritos com Kassab por tomar decisões sem o consentimento dele. Saiu da Prefeitura em junho daquele ano.

Em abril de 2011, tornou-se presidente municipal dos Democratas (DEM), antigo partido de Kassab. Uma das últimas aparições ocorreu no mês passado, quando protocolou o pedido de impugnação do PSD no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) - negado anteontem. Divide seu tempo entre o partido e o escritório de advocacia que leva seu nome.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.