Evento terá até corrida de baratas

Elas estão nos esgotos e nas cozinhas. Dão nojo - e, para algumas pessoas, medo. No evento Planeta Inseto, que o Instituto Biológico (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1.252, Vila Mariana. Tel.: (11) 5087-1703) promove a partir de quarta, as baratas (sim, elas mesmas!) serão atletas de uma inusitada corrida. No baratódromo construído especialmente para a brincadeira, cinco delas (daquelas grandonas, da espécie periplaneta americana, que chegam a medir 5 cm) disputarão cada batida - devem acontecer várias por dia. "Separamos 50 baratas em uma caixa só para as competições", conta o engenheiro agrônomo Marcos Potenza, pesquisador de pragas urbanas do instituto. "São as melhores, sem lesões e nenhuma debilitação. Depois de cada prova, vão para uma caixa de descanso para poder correr novamente no dia seguinte."

, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2010 | 00h00

A periplaneta americana é a popular barata de esgoto. Em São Paulo também pode ser encontrada a blatella germanica - de, no máximo, 1,5 cm -, conhecida como barata de cozinha. "Não dá para dizer quantas existem na cidade. Qualquer número seria um chute. Mas, quanto menos resíduo de comida, menos barata", diz Potenza.

Olha só

Campeões da Virada. Entre as centenas de grupos e artistas citados na programação, apenas quatro estiveram em todas as seis edições da Virada Cultural. São eles: as companhias de dança Balé da Cidade de São Paulo e Ballet Stagium, o grupo de samba-rock Farufyno e o conjunto instrumental Zimbo Trio Motoboys do dente. Emergências dentárias poderão ser trabalho para motoboys, a partir do dia 1º. Uma empresa oferece serviço odontológico de urgência a pacientes cadastrados - qualquer problema, um dos 100 dentistas conveniados corre para o local. E o equipamento chega, em minutos, sobre duas rodas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.