JULIA MORAES/ DIVULGAÇÃO
JULIA MORAES/ DIVULGAÇÃO

Evento debate despejo irregular de esgoto em rios de SP

Setores responsáveis por tratar, planejar, regular e controlar esgotos no País estarão em discussão promovida por Fiesp e pelo 'Estado'

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2019 | 03h00

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em parceria com o Estado, realiza nesta terça-feira e na quarta-feira o seminário A Despoluição dos Rios, para debater o problema ainda recorrente do despejo irregular de esgoto nos rios de São Paulo

O evento vai reunir representantes dos setores responsáveis por tratar, planejar, regular e controlar esgotos no País para refletir como mudar essa situação. Na Grande São Paulo, por exemplo, 45% do esgoto gerado ainda não é tratado. No Estado, essa situação chega a 50%. 

Participam do debate representantes dos governos federal, estadual e municipal, além de organizações da sociedade civil, que apresentarão questionamentos, propostas e soluções para o problema. Serão discutidos, por exemplo, a necessidade de melhorar a qualidade dos rios, a importância de se fazer planejamento de médio e longo prazo, a demanda por investimentos, a integração das políticas públicas, assim como um olhar sobre erros do passado para que não sejam repetidos. 

O objetivo, explicam os organizadores, é chegar a conclusões que possam se transformar em bandeiras para efetivamente despoluir os rios de São Paulo. E isso passa por conseguir resolver a coleta e o tratamento de esgoto, que têm impacto direto na saúde da população. 

Gratuito. O seminário é aberto ao público, que pode participar gratuitamente, mediante inscrição no site da Fiesp. O site também traz a programação completa do evento. 

Serviço

‘A DESPOLUIÇÃO DOS RIOS’

Local: Prédio da Fiesp. Avenida Paulista, nº 1.313. São Paulo

Data: 8 de outubro (terça) e 9 de outubro (quarta)

Horário: das 8h30 às 17h 

Inscrições: Gratuitas. Podem ser feitas pelo site da Fiesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.