FELIPE RAU/ESTADÃO
FELIPE RAU/ESTADÃO

Evangélicos oram por fim da corrupção em Marcha para Jesus

Organizadores falam em "milhões" de participantes no evento, na região central de São Paulo; PM estima 340 mil

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

04 Junho 2015 | 13h05

SÃO PAULO - Pedindo o fim da corrupção em orações, evangélicos se reúnem na 23.ª edição da Marcha para Jesus, em São Paulo, nesta quinta-feira, 4. Os organizadores do evento falam em "milhões" de participantes, mas ainda não divulgaram estimativa neste ano. A Polícia Militar estima 340 mil pessoas no evento. 

Eles fizeram uma caminhada desde às 10h da Estação da Luz e seguiram para a praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, na região central da capital.

Sem bebidas alcoólicas e com pelo menos 10 trios elétricos de musica gospel, os religiosos caminharam em direção ao palco de shows montado na praça, com participação de artistas gospel como Aline Barros, Ana Paula Valadão e outros.

Algumas faixas do movimento pró-intervenção militar SOS Forças Armadas foram vistas durante a passeata. O lider do grupo, o empresário Renato Tamaio, estima que pelo menos 5 mil intervencionistas estão na Marcha. "Fomos convidados pelos organizadores do evento", disse. A passeata é organizada pela Igreja Renascer em Cristo, que não confirma o convite. 

Neste ano o tema da Marcha é "Exaltando o Cristo Rei". Diversos participantes usam camisetas azuis com textos de passagens bíblicas.

Mais conteúdo sobre:
marcha para jesus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.