'Eu me sentia excluída antes do implante'

Caroline Comunian, de 17 anos, não conseguia usar decotes ou biquíni até pôr silicone nos seios

Fernanda Bassette, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2013 | 02h06

Desde os 14 anos a estudante Caroline Comunian, hoje com 17 anos, já sonhava com um implante de silicone nos seios. Complexada por ter mamas pequenas, ela nunca usou uma roupa decotada e evitava usar biquíni na praia.

Antes de completar 16 anos, pediu aos pais a cirurgia de presente de aniversário. A mãe topou na hora, o pai não. "Minha mãe sempre me incentivou. Meu pai não me apoiava porque achava que tinha riscos. Eu insisti, mas ele não abriu mão."

Ainda assim, a jovem não desistiu do sonho do corpo perfeito. Durante quase um ano, foi se informar melhor sobre o procedimento e também sobre o médico que faria a cirurgia - para isso, pediu indicações de amigas. "Fui fazendo a cabeça dele. Dez meses depois, ele aceitou", brinca a adolescente.

Ao receber o sim definitivo do pai para a cirurgia, Caroline correu para o consultório e levou a tiracolo o pai e a mãe. "Tiramos todas as dúvidas com o médico. Ele nos passou muita segurança. Fiz todos os exames e marquei a cirurgia para o período de férias", diz.

Caroline implantou 320 ml de silicone em cada seio - as medidas do sutiã mudaram do "tamanho P com enchimento" para tamanho G (equivalente ao número 44). A adolescente diz que não teve medo em nenhum momento. "Eu me sentia excluída. Agora estou totalmente satisfeita com meu corpo."

Trabalhar. Assim como Caroline, a jovem Ingrid Vidal, hoje com 18 anos, também fez cirurgia para colocar silicone nos seios aos 17 anos. Mas, para realizar o seu sonho, precisou trabalhar durante 1 ano e meio para juntar o dinheiro necessário. "Como não queria pedir dinheiro para meus pais, resolvi trabalhar. Trabalhei até juntar a quantidade suficiente", diz.

A vontade de aumentar os seios existia desde os 15 anos. Ingrid também tinha o apoio da mãe e a desconfiança do pai, que achava a cirurgia desnecessária. Quase dois anos depois, fez a cirurgia e implantou 340 ml de silicone em cada seio.

"Quando ia à praia só usava a parte de baixo do biquíni. A parte de cima eu cobria com uma blusinha. Hoje sou completamente feliz. Toda mulher que quer, deveria por silicone."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.